Antes tarde do que nunca...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011


Minha relação com a Palavra de Deus, aconteceu como a relação da maioria dos brasileiros com Deus... na necessidade.

O ano era 1990, eu tinha 18 anos e estava no quartel, servindo ao Exército Brasileiro, no 1º Batalhão de Guardas, em São Cristóvão, RJ. Já era de caminhada (fazia parte do Grupo Jovem da minha paróquia, São Benedito de Pilares), mas eu, embora sabendo ler a Bíblia, não tinha a prática de lê-la todos os dias. Tinha o péssimo pensamento dos menos desavisados: "Ler a Bíblia é com o bíblia (na época, chamávamos os evangélicos de "bíblia", pois estes andavam para cima e para baixo com a Bíblia em baixo do braço e a gente "ria" deles)". Havia por minha parte uma "vergonha" de ser "pego" pelas pessoas lendo a Bíblia ou caminhando com Ela.

Foi então que a situação no quartel foi ficando preta... era ordem unida pra cá; pernoite pra lá (punição aos militares que "pisavam" na bola); "cadeia" para os rebeldes (dessa eu escapei - UFA!) e um "quase afogamento" num exercício no acampamento do quartel em Itaboraí, Niterói/RJ, forçando-me a um belo dia, após colocar a minha farda e pegar a chave para ir ao quartel, parar no meio da sala, olhar para a Bíblia que estava DE ENFEITE NA ESTANTE e PEGÁ-LA. Olhei bem para Ela e falei baixinho: "Senhor, eu sei que estás aqui. Fala comigo pois, a situação no quartel está cada vez mais difícil." Abri a Palavra de Deus e li apenas um versículo, fiz o sinal da cruz e saí confiante; nada de mal acontecera.

Daí surgiu uma grande amizade entre a Bíblia e eu, entre eu e DEUS, pois ELE FALA ATRAVÉS DA BÍBLIA!! Muitos livramentos, "puxões de orelha", CARINHOS e indicação de caminhos a seguir o Senhor me deu através de sua Palavra (que se eu contasse, daria um livro), mas fico com esse breve testemunho que mostra que Deus está sempre a nos esperar para após o procurarmos (mesmo como na maioria que só se lembra de DEUS quando está a perigo, como foi o meu caso) falar ao nosso coração através da sua Palavra, a Bíblia.


Eu sou Alexandre Tadeu, e esse, é meu testemunho.



Faça como o Alexandre, mande-nos o seu testemunho e nós o publicaremos! Pois, as palavras convencem, mas os testemunhos ARRASTAM.

1 comentários:

  1. Angel@ disse...:

    Que lindo testemunho! Deus está sempre à nossa espera, com o coração aberto para nos acolher. Ele é Pai amoroso, que nunca desiste de seus filhos.
    Parabéns pelo blog, que está cada vez mais inspirador! Gostaria muito que visitasse meu cantinho também.

    nospassosdejesusamor.blogspot.com

    Que Deus te abençoe sempre!
    Abraços fraternos,
    Angela