Ser criança - parte 2

terça-feira, 30 de outubro de 2012
A pior coisa que pode acontecer com um adulto, é ver no rostinho de seu filho, a decepção ao ver que o seu super herói, não é tão especial assim. Acontece que, quando elas (as crianças) vêm correndo nos falar de suas experiências, heróis e aventuras, nós as interrompemos com o nosso "mundo adulto". Quando isso acontece, matamos um "pouquinho" do nosso brilho nos seus coraçõeszinhos. Pior ainda do que a situação acima descrita, é ver a cara de desapontamento dos nossos filhos quando eles descobrem que a mãe ou o pai fazem coisas "erradas". Isso, não faz apenas a dor nesses´pequenos corações' como põe por terra a nossa cara. Tal cena é típica de se fazer um "Sinal da Cruz", para que esse fato não aconteça com um de nós.
Possamos vigiar, para sermos bons exemplos para os nossos filhos e amiguinhos. Mas a melhor maneira de continuarmos sendo bons super heróis, é sem dúvida, ter no nosso coração de adulto... um coração de criança.