Graça & Vocação

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

            Há um ano, escrevia um artigo sobre o dia dos pais. Tal artigo afirmava que os pais eram agraciados e muitos não tinham noção disso. Mal sabia eu, que a minha esposa já estava grávida e que eu também faria parte daquele grupo de homens... AGRACIADOS (nasceria a minha filha Thalita!). Mas, o que a Graça de ser pai tem a ver com a vocação?  Ora, para receber a graça da paternidade, tem que ter a vocação de ser pai. Deus no alto de sua sabedoria infinita, dá a graça a quem pode acolhê-la. Deus conhece através da sua insondável sabedoria, a índole de cada coração e o prepara. Tal preparo, que é a lapidação, gera o que chamamos de um chamado, uma escolha divina, UMA VOCAÇÃO. 
          Quando se é pai, se depara com o semblante puro de Deus, através do olhar de um inocente bebê. 
          Quando eu por exemplo, tirei essa foto, vi nos olhos da minha filha, Deus rindo com aprovação para mim, vi que Ele queria me dizer que eu era "bonito por dentro", um "cara legal" e que estava apoiando a minha luta pessoal para fazer a família ir para a frente. Quando vi esse sorriso, me emocionei, cheguei ás lágrimas, FUI CURADO COM O MEU CORAÇÃO PALPITANDO, pois vi que Deus estava sorrindo através dele e que valia sim, apena acreditar que a vida é bela, que os pássaros cantam, que o céu é azul e que ELE, DEUS, ESTÁ NO CONTROLE PARA ACALMAR QUALQUER TEMPESTADE. 
            Quando se é pai, se é curado todo dia. Basta falar a língua das crianças, ficar  ao nível delas, na mesma idade e sentir-se tocado por Jesus, pois um olhar como este, cura qualquer ferida do coração.
            Ontem, a mãe de uma amiga me perguntou como me sentia no meu primeiro Dia dos pais, eu respondi: "ME SINTO ABENÇOADO."
            Parabéns pais, por serem abençoados.